HomeFrutoAgrumiLimão da Costa Amalfitana IGP

Limone Costa d'Amalfi IGP

No coração da Costa Amalfitana – reconhecida como Património Mundial da UNESCO em 1997 – a Costa Amalfitana IGP Limone destaca-se como uma jóia da biodiversidade e da tradição agrícola italiana.

Este limão destaca-se pela sua forma alongada e pelo seu aroma aromático intenso. A designação IGP (Indicação Geográfica Protegida) destaca as qualidades únicas decorrentes do microclima e das técnicas tradicionais de cultivo da região. (1,2)

1) Botânica

Botanicamente conhecido como Citrus limon cv (cultivar) Sfusato Amalfitano, este limão é uma pequena árvore perene da família dos limões rutaceae. Caracterizada por uma copa globosa irregular, destaca-se pelo tronco ereto e ramificado, com ramos espinhosos e casca castanho-acinzentada. (3)

Sai são perenes, alternados e em grande parte elípticos, e variam desde uma cor avermelhada assim que se formam até um verde intenso e brilhante quando maduros. As flores solitárias ou emparelhadas, localizadas nas axilas das folhas, apresentam pétalas brancas com bordas violetas e intenso aroma adocicado. (4)

A fruta, o limão, é o hesperídio botânico por excelência: oval ou oblongo, com pontas pontiagudas e casca amarela rica em óleos essenciais. A polpa, dividida em 8 a 10 segmentos, é ácida e suculenta, perfeita para os mais diversos usos.

O amarelo claro da casca do Sfusato Amalfitano é um traço distintivo que ilumina a Costa Amalfitana.

Como oOval de Sorrento, outro limão IGP da Península de Sorrento, e todas as variedades Femminello amplamente cultivadas na Itália, a produção de frutas ocorre durante todo o ano. Em relação ao período de colheita, os frutos são denominados Primofiore (setembro-novembro), Limone (dezembro-maio), Bianchetto (abril-junho) e Verdello (maio-julho). (5)

2) História e cultivo

Os árabes, durante suas expansões, introduziram o limão nesta região. O cultivo aumentou no século XI, quando a República Amalfitana decretou a importância de se ter estoques de limões nos navios. O consumo deste citrino rico em vitamina C era de facto necessário durante as viagens longas para prevenir o escorbuto.

De 1400 um próspero comércio marítimo de limões começa em Minori (Salerno) para vários portos italianos e europeus. O limão amalphitanus, mais tarde renomeado como 'cv sfusato amalfitano', passou a ser conhecido e apreciado em lugares tão distantes quanto a América.

3) Os jardins de limoeiros

Os terraços ao longo das encostas íngremes da costa são uma obra-prima da engenharia agrícola e representam a característica distintiva do cultivo do limão nesta zona, também protagonista na protecção hidrogeológica do território.

Técnicas tradicionais, como a utilização da «pagliarelle» (posteriormente substituída por redes de sombra), contribuíram para criar um microclima ideal para o crescimento dos limões, conferindo-lhes características únicas de sabor e aroma.

3.1) 400 hectares de Sfusato Amalfitano

Hoje são cerca de 400 hectares dedicado ao cultivo de Sfusato Amalfitano. Aproximadamente 100 mil toneladas são coletadas todos os anos, sem o uso de tecnologias inovadoras, dada a dificuldade de acesso em muitas áreas.

Cada local ao longo da costa celebra este citrino à sua maneira. Em Amalfi, o limão mistura-se com o azul do mar, enquanto em Positano e Praiano ilumina as ruas e jardins. Em Ravello e Scala enriquece a paisagem montanhosa, oferecendo um contraste cromático único.

4) De Limoncello a Babà

Limão da Costa Amalfitana IGP é famoso como ingrediente de Limoncello. Este licor, infundido com casca de limão, é característico da região e apreciado internacionalmente.

Outros usos nos produtos típicos incluem limonadas, babà, bolos de limão e outras sobremesas típicas que exploram o seu aroma inconfundível.

Outras melhorias da fruta surgem da pesquisa e desenvolvimento de novos produtos, como suplementos alimentares ou cosméticos. (6)

5) A área de cultivo do Limão da Costa Amalfitana IGP

A área geográfica de cultivo definido pelo caderno de especificações como apto à atribuição da IGP Limone Costa d'Amalfi abrange inteiramente o município de Atrani e partes dos territórios de Amalfi, Cetara, Conca dei Marini, Furore, Maiori, Minori, Positano, Praiano, Ravello , Scala, pôr do sol e Vietri sul Mare.

A área estende-se de oeste a leste, com a fronteira sul ao longo do Mar Tirreno. (10)

Gabriel Sabedoria

Note

(1) Produtos típicos da Campânia. Limão da Costa Amalfitana IGP http://www.agricoltura.regione.campania.it/tipici/limone-amalfi.html

(2) Consórcio para a Proteção do Limone Costa d'Amalfi IGP https://www.limonecostadamalfiigp.com/lemon/production

(3) Cítrico x limão (L.) Osbeck. Acta plantarum https://www.actaplantarum.org/flora/flora_info.php?id=509509

(4) http://scopolia.unipv.it/gis_item.php?id=322&tiposcheda=S

(5) Luigi Ruggiero, Carmine Amalfitano, Claudio Di Vaio, Paola Adamo. Uso de espectroscopia no infravermelho próximo combinada com quimiometria para autenticação e rastreabilidade de frutos de limão intactos. Química Alimentar. Volume 375, 2022. https://doi.org/10.1016/j.foodchem.2021.131822

(6) Dario Dongo, Andrea Adelmo Della Penna. Reciclagem de coprodutos e resíduos alimentares, breve revisão científica. PRESENTE (Grande comércio de comida italiana) 12.1.24

Pesquisador Assistente Estagiário | Site | + postagens

Graduado em Agronomia, com experiência em agricultura sustentável e permacultura, monitoramento laboratorial e ecológico.

Artigos Relacionados

Artigos recentes

Commenti recentes

Traduzir »