InícioAdoçarSorbitol e outros polióis, os adoçantes a granel

Sorbitol e outros polióis, os adoçantes a granel

Do sorbitol ao xilitol. Calorias, índice glicêmico e poder adoçante dos 7 polióis amplamente utilizados na indústria alimentícia

Os polióis (ou álcoois de açúcar) são adoçantes de origem vegetal amplamente utilizados em produtos de panificação rotulados como 'sem açúcar', como biscoitos, salgadinhos, doces. Por outro lado, eles são proibidos em bebidas.

Eles são definidos 'adoçantes a granel, (Adoçantes a granel), não pela popularidade, mas porque dão consistência ao produto onde estão inseridos, além de adoçar. O poder edulcorante é, aliás, inferior ao dos chamados 'adoçantes intensivos'- quase sempre sintéticos (aspartame, acessulfame k, etc.), com exceção de glicosídeos de esteviol - e às vezes são misturados a eles para dar aos produtos um compromisso equilibrado entre o sabor e a doçura desejados.

Calorias e poder adoçante comparados

Todos os polióis fornecer 2,4 calorias por grama, em vez das 4 calorias/grama fornecidas pela sacarose, ou açúcar comum, branco ou cana isso é. (1) Com exceção do eritritol, que é totalmente isento de calorias e, no entanto, tem um poder adoçante menor.

O efeito colateral de um consumo excessivo de polióis - que deve, portanto, ser especificamente indicado nos rótulos dos alimentos que o contêm (2) - é o efeito laxante.

Sujeitos diabéticos pode tomar polióis, uma vez que o metabolismo dessas substâncias não afeta a insulina. E a variedade de índice glicêmico que distingue as diferentes substâncias, conforme indicado na tabela abaixo.

POLIÓIS Poder adoçante

(Vs açúcar

definido igual a 1)

conteúdo

glicêmico

Sorbitol (E 420) 0,6 9
Manitol (E 421) 0,7 0
Isomalte (E 953) 0,45-0,65 9
Maltitol (E 965) 0,9 9
Lactitol (E 966) 0,4 6
Xilitol (E 967) 1 13
Eritritol (E 968) 0,7 0

Marta Chamuscado

Note

(1) 10kJ/g - 2,4 kcal/g é de fato o coeficiente de conversão estabelecido para polióis no Anexo XIV ao reg. UE 1169/11

(2) Nos alimentos que contenham mais de 10% de polióis adicionados é obrigatório indicar no rótulo "o consumo excessivo pode ter efeitos laxantes"(UE reg. 1169/11, anexo III, ponto 2.4)

 

Marta Chamuscado
+ postagens

Jornalista profissional desde janeiro de 1995, trabalhou em jornais (Il Messaggero, Paese Sera, La Stampa) e periódicos (NumeroUno, Il Salvagente). Autora de pesquisas jornalísticas sobre alimentação, publicou o livro "Ler rótulos para saber o que comemos".

Artigos Relacionados

Artigos recentes

Commenti recentes

Traduzir »