Homefruta italianaClementinas, salud de inverno

Clementinas, salud de inverno

Las Clementinas filho saúde inverno. Não se deve confundir com las naranjas, que son más grandes ou com las mandarinas que son más ovaladas y planas. Um pequeno guia para estos tesoros del Sur continua:

 

Clementina, características distintivas

 

Clementine é um híbrido obtenido com métodos tradicionais, que nace de la unión de una naranja amarga y una mandarina. Su sabor se caracteriza por um equilíbrio perfeito entre o doce e o agrio, com um sabor mais eles procuram al de las naranjas.

 

Cosechadas entre novembro e março, las clementinas tienen a forma cases esférica, a cáscara de color naranja intensa, fina e flexível. Se caracteriza por la ausencia de semillas (apireni), y la facilidad con la que se pelan y con la que se divide em gajos.

 

Clementinas, propriedade para a saúde

 

Autênticas aliadas da saúde, as clementinas presumem apenas 37 calorias por cada 100 gramas e uma rica dose de vitaminas, además de polifenoles úteis además a modular o metabolismo lipídico.

 

As vitaminas dos grupos B y C refuerzan el sistema imunológico (ayudando a mitigar los síntomas de influências y resfriados típicos de la estación winter), aquellas del grupo P Favorece a diurese, contrastando a retenção hídrica (1).

(*) VNR, Valores nutricionais de referência (reg. UE 1169/11, AII. XIII)

 

Fonte: Cra-Nut (anteriormente Inran)

 

Os folatos conteúdo na fruta la vuelven indicado para a alimentação das donas embarazadas, para evitar a reentrada dos cuidados especiais no bebê. (2) Junto al potasio - que está sempre presente nas clementinas - los folatos contribuem para brindar beneficiando a nivel de servir. Respectivamente, aumentando o fluxo sanguíneo cerebral e a concentração diminuyendo e o declínio cognitivo. (3)

 

Os minerais en el cítrico meridional não falta: potássio y cálcio. A los cuales se suman las preciosas fibras alimentares, úteis a nutrir o microbioma, además de contribuir para o correcto funcionamento do intestino.

 

Finalmente, o ação antiinflamatória distingue as clementinas e são atribuídas à presença de dois flavonídeos como o hesperidina e a Naringenin. (4)

 

Renzo Pierpaolo Turco

 

Notas

 

1.- Rapisarda P., Ameta. M., Fabroni S., Rizzo V., Timpanaro N., Allegra M. & Leonardi A. - Aspectos de qualidade e saúde de frutas de clementina orgânicas e convencionais - 2010, Italus Hortus 17: 2p. 178;

 

2.- Instituto Nacional de Pesquisas em Alimentação e Nutrição (INRAN) - Diretrizes para uma dieta italiana saudável - 2003.

 

3.- Dukas, L., Willett, WC, & Giovannucci, EL - Associação entre atividade física, ingestão de fibras e outras variáveis ​​de estilo de vida e constipação em um estudo com mulheres - The American Journal of Gastroenterology - 2003, 98 (8), 1790-1796;

4.- Galati EM, Monforte MT, Kirjavainen S., et al - Efeitos biológicos da hesperidina, um flavonóide cítrico- (Nota I): atividade antiinflamatória e analgésica. Droga - 1994 Nov; 40 (11): 709-12.

Doutor em Ciência e Tecnologia Alimentar, Especialista em Gestão da Segurança e Qualidade nas Cadeias de Abastecimento Agroalimentares, Secretário do Conselho Disciplinar da Ordem dos Tecnólogos Alimentares da Sicília e da Sardenha, Blogger Alimentar.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Descubra como seus dados são processados.

Artigos Relacionados

Artigos recentes

Commenti recentes

Traduzir »